Saltar para o conteúdo principal

Blogd@Historia

Procurar
Home page
WebQuest
Site de HGP
LodeStar
Alunos
Formação
  

Espaço de reflexão, partilha e divulgação sobre as aulas de História e Geografia de Portugal da autoria do professor António Álvaro Martins

 Alguns aspectos importantes da História de Portugal em Vídeo...

A Vida quotidiana no Século XIII
Visita os sites seguintes para saberes como se vivia na Idade Média:
 
 
 
 
Se pudesses escolher, diz em qual dos locais gostarias de viver e justifica a tua resposta.
Presidentes da 1ª República
Queres saber os dados pessoais, o percurso profissional e político, o mandato presidencial de cada Presidente da 1ª República????

Queres conhecer a biografia completa de cada um deles???
 
Queres conhecer a primeira dama de cada um deles???
 
Então Clica AQUI para obteres essas informações.
O Rei D. Carlos
D. Carlos nasceu em Lisboa, no Palácio da Ajuda, a 28 de Setembro de 1863.
 
Filho de D. Maria de Sabóia e de D. Luís I, foi educado para ser rei, tendo revelado desde muito cedo uma forte aptidão para as artes, para o desporto e ainda para a observação da natureza.
 
Herdou de seu pai a paixão pelo mar que se reflectiu na sua obra artística e científica.

A 22 de Maio de 1886 casou com D. Amélia de Orleães, filha dos Condes de Paris, de quem teve dois filhos: o Príncipe D. Luís Filipe e o infante D. Manuel, que viria a ser o último rei de Portugal.

Com a morte do pai, em 19 de Outubro de 1889, foi confrontado com grandes dificuldades sociais e políticas que encara com coragem e lucidez. No entanto, apesar do destaque que adquiriu a nível científico, tanto nacional como internacionalmente, não foi capaz de resolver os graves problemas políticos resultantes, por um lado, de uma profunda crise interna, e por outro, pelo ambiente internacional, favorável ao desaparecimento das monarquias na Europa.


A 1 de Fevereiro de 1908, quando a Família Real regressava de Vila Viçosa com destino a Lisboa, sofreu um atentado em pleno Terreiro do Paço.

D. Carlos foi assassinado, bem como o seu filho mais velho, o Príncipe herdeiro D. Luís Filipe.
 
D. Manuel, o segundo filho, foi aclamado Rei de Portugal.
 
Dois anos mais tarde foi implantada a República e a Família Real abandona o país com destino a Inglaterra.
 
Para saber mais sobre este rei e as suas campanhas oceanográficas, Clica AQUI.
Concurso Cinema de Animação e de Fotografia Júnior (Festival Internacional de Avanca)
Estão abertas até 20 de Janeiro de 2012 as inscrições para o Concurso Cinema de Animação e de Fotografia Júnior, intitulado "À Procura da Felicidade". Trata-se de uma iniciativa do Instituto de Ciências Sociais e Políticas e do Cineclube de Avanca, dirigida aos alunos do 1.º, 2.º e 3.º ciclo do Ensino Básico e respectivos professores. Enunciam-se, a seguir, alguns dos principais objectivos que norteiam o concurso: - Estimular a criatividade e o desenvolvimento de competências técnicas, sociais e cognitivas. - Incentivar a produção de filmes de animação pedagógicos "para" e "com" crianças e jovens / professores / investigadores em torno da questão da "felicidade". - Incentivar o gosto pela fotografia. - Criar uma rede social internacional em torno das práticas educativas audiovisuais. As inscrições devem ser enviadas juntamente com uma sinopse do trabalho a concurso. A entrega dos projectos a concurso (curtas metragens e fotografia) termina a 22 de Junho. A exibição dos projectos e a entrega do prémio e das menções honrosas ocorre durante o Festival Internacional de Cinema de Avanca (habitualmente, na última semana de Julho). Para mais informações, incluindo a consulta do regulamento, aceder ao sítio DREC - Direcção Regional de Educação do Centro
1 de Dezembro de 1640
Em 1580, Portugal perdeu a sua Independência e passou a ser governado por um vice-rei espanhol. Deu-se início à dinastia Filipina. O povo português vivia cada vez mais revoltado; a decadência económica e política do país eram péssimas. Em 1637, rebentou em Évora uma revolução a favor da independência de Portugal que saiu fracassada. Ficou conhecida como «A Revolta do Manuelinho». Um grupo de quarenta portugueses, no mais absoluto segredo, preparou uma revolução. No dia 1 de Dezembro de 1640, invadiram o Paço da Ribeira onde residia a Duquesa de Mântua, então regente do Rei de Espanha, mataram Miguel de Vasconcelos e proclamaram a nossa independência. O Povo concentrou-se na Praça e aclamou o novo Rei, D. João IV (Duque de Bragança). Nesse dia inesquecível, Portugal renasceu, recuperou a sua Independência e põs fim a 60 anos de ditadura espanhola. Carlos Letra, Livro "História Cronológica do meu Portugal"
5 de Outubro - Implantação da República
 
Até ao dia 5 de Outubro de 1910 Portugal foi sempre governado por reis, sendo por isso uma Monarquia.
 
Nesse dia foi instaurado um novo regime, a República.
 
A importância deste facto foi tal que se decidiu que essa data fosse um dia feriado.

O último rei de Portugal foi D. Manuel II que partiu para Inglaterra com a restante família real, ficando aí a viver no exílio.
 
O primeiro presidente foi Teófilo Braga, mas foi apenas presidente do Governo Provisório até às eleições, onde foi eleito como primeiro Presidente de Portugal Manuel de Arriaga.
 
Mas a implantação da República obrigou à alteração dos símbolos nacionais:
 - a bandeira; - o hino - a moeda
 
Para saber mais realiza as atividades seguintes:
- Realização do Questionário 1 e Questionário 2
- Elaboração da Bandeira de Portugal (clica em Saberes à Prova)
 
Castro de São Lourenço - Esposende
Imóvel classificado de Interesse Público que fica localizado num dos cabeços existentes na zona de Vila Chã, este povoado fortificado foi construído durante o Bronze Final, tendo sido objecto de sucessivos períodos de ocupação, quer da Idade do Ferro, como do período de romanização do nosso território, culminando com o seu reaproveitamento já em plena época medieval. Este povoado era constituído por três linhas de muralhas defensivas, em cuja área intramuros foi possível registar diversas fases de construção. As habitações apresentam planta predominantemente circular, com ou sem vestíbulo. Numa fase posterior da ocupação do povoado, estas edificações aparecem agrupadas de forma, aparentemente, "supra-familiar", em conjuntos separados entre si através da presença de muros e do desenvolvimento das diferentes estruturas em torno de um pátio centralizado e lajeado. Quanto às edificações de planta subcircular e rectangular, elas pertencem já ao período de romanização deste castro. - informação retirada da página do IGESPAR
Conímbriga em 3D
A cidade romana de Conímbriga pertenceu à província romana da Lusitânia.
As suas ruínas são as maiores e as mais importantes em todo o território nacional. Foi ocupada pelos romanos no ano de 139 A.C., durante as campanhas/conquistas levadas a cabo pelo general Décimo Junio Bruto.
Durante o século I, foram construídas as termas e o Fórum. A muralha, com cerca de 1,5 km de extensão terá sido construída durante o século IV.
Entre os anos 465 e 468, a cidade começou a ser atacada pelos povos bárbaros.
 
As ruínas ainda nos indicam como teria sido essa cidade.
No entanto, e graças às novas tecnologias, é hoje possível fazer uma recriação infográfica dos principais edifícios de Conímbriga.
 
Estão disponíveis as seguintes recriações:
 
A informação deste artigo foi retirada do blogue "Itálica Romana"
Museu da Presidência da República
 
O Museu da Presidência da República foi criado com dois grandes objectivos. O primeiro prende-se com a pedagogia cívica e visa proporcionar aos cidadãos em geral e aos jovens em particular uma informação acessível, actualizada e cientificamente fundamentada sobre a instituição presidencial e os seus titulares, a sua história e o lugar que ocupa na arquitectura constitucional portuguesa.

A este objectivo cívico - e a ele ligado - junta-se um outro, de índole cultural e científica. O Museu e o Arquivo que lhe está associado funcionam como um incentivo para a realização de estudos históricos, políticos e sociológicos, indispensáveis a um conhecimento mais profundo da nossa história institucional e da evolução da nossa sociedade na sua relação com o Estado.

O Museu foi concebido como um espaço moderno, dinâmico, assente em novas técnicas museológicas, integrando-se numa concepção democrática e participada do exercício do poder político que supõe a abertura e a aproximação das instituições aos cidadãos.

Para aceder a este museu, clica AQUI.
1 de Dezembro de 1640 - Restauração da Independência
   
Em 1580, Portugal perdeu a sua Independência e passou a ser governado por um vice-rei espanhol, passando D. Filipe II de Espanha a intitular-se também Filipe I, rei de Portugal.

Sucedeu-lhe seu filho Filipe II, de cognome «O Pio». Nasceu em Madrid, em 1578 e faleceu em 1621.

Filipe III sucedeu a seu pai Filipe II. Nasceu em Madrid, em 1605.

O povo português vivia cada vez mais revoltado; a decadência económica e política do país eram péssimas.

Em 1637, rebentou em Évora uma revolução a favor da independência de Portugal que saiu fracassada. Ficou conhecida como «A Revolta do Manuelinho».

Um grupo de quarenta portugueses, no mais absoluto segredo, preparou uma revolução. No dia 1 de Dezembro de 1640, concentraram-se no Terreiro do Paço e, ao soar da última badalada das nove horas, invadiram o Paço da Ribeira onde residia a Duquesa de Mântua, então regente do Rei de Espanha.

D. Miguel de Almeida (um velho fidalgo) assomou a uma varanda e gritou: - «Liberdade! Liberdade! Viva o Rei D. João IV!». A Duquesa tentou opor resistência, mas em vão. O português traidor ou Miguel de Vasconcelos, que era secretário da Duquesa correu a esconder-se num armário mas foi descoberto e pagou com a morte os ultrajes à Pátria. O Povo concentrou-se na Praça e aclamou o novo Rei, D. João IV (Duque de Bragança).

Nesse dia inesquecível, Portugal renasceu, recuperou a sua Independência e põs fim a 60 anos de ditadura espanhola.                                                                                                       Carlos Letra, Livro "História Cronológica do meu Portugal"

Para saber mais sobre este acontecimento, clica AQUI.

1 - 10 Seguinte

 Rede INTERACTiC 2.0

 ‭(Oculto)‬ Hiperligações de Administração

 Site da Semana: "Museu da Presidência da República"

 
 
Galeria de Presidentes da Primeira República
 
O Museu da Presidência da República tem como missão o estabelecimento de uma relação interativa entre o cidadão visitante e o museu que representa a instituição Presidencial, promovendo de forma apelativa a participação dos visitantes ao nível social, cultural e artístico.
 
Visita a parte relacionada com os Presidentes da Primeira República.
Para isso, Clica AQUI e boa visita!

 Sites anteriores

  EVOLUTION
  THE CAVE OF LASCAUX
  GREAT ARCHAEOLOGICAL SITES
  ESA KIDS
  BIBLIOTECA DE ALEXANDRIA
  NASA SCIENCE
  THE SMITHSONIAN EDUCATION
  VESTUÁRIO PORTUGUÊS DOS SÉCULOS XV E XVI
  GALERIA VIRTUAL DA CENSURA
  FREE RICE
  CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO 25 DE ABRIL
  ASSOCIAÇÃO 25 DE ABRIL
  MUSEU DO LOUVRE
  MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS
  TORRE DE BELÉM
  CAPELA DE SÃO JERÓNIMO
  7 MARAVILHAS DE ORIGEM PORTUGUESA NO MUNDO
  INSTITUTO CAMÕES - A AVENTURA DOS DESCOBRIMENTOS

 SUGESTÃO MUSEOLÓGICA: FLUVIÁRIO DE MORA

 
O Fluviário de Mora abriu as portas no dia 22 de Março de 2007.
Desde então já foi visitado por cerca de 210 mil pessoas.
O Fluviário de Mora foi considerado pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM) o Melhor Museu Português 2008

Para aceder ao Fluviário, Clicar AQUI.

Sugestões Anteriores:

- Museu Marítimo Ílhavo - Museu Nacional Coches Museu Angra do Heroísmo - Casa Museu Egas Moniz

 Vídeo da Semana: IMAGENS FANTASTICAS (Fantastic images)

 Vídeos Anteriores

  PETRA, THE NEW WORLD WONDER IN JORDAN
  7 WONDERS OF NATURE
  New Seven Wonders - THE WINNERS

 Estatísticas sempre a horas..

free counters

 25 de Abril - Testemunhos e mostra de materiais escolares.

 
 

 Novidade Editorial: PORTUGAL NO MAR (Alvaro Garrido)

 
"Este livro grande da memória é dedicado a todos os homens que foram ao bacalhau. Trata de uma saga fascinante que, de certo modo, simboliza o crepúsculo do "Portugal marítimo" – real ou imaginário".
 Para mais detalhes, Clicar AQUI
 
                                                                                                                    
Sugestões anteriores:

                 

      (Ver resumo)         (ver resumo)           (ver resumo)           (ver resumo)

                                                                                                                    
 

 Relógio Mundial

 07/08 A Projecto: 5ºD (Profs L. Cândido e Rute Sousa)

 Primeira Dinastia - Borgonha ou Afonsina

 É sempre importante saber o dia...

 
 

 Dias de Vida...

 

Faltam

Get your own free Blogoversary button!

 para completar 4 Anos

 .

 

Enhanced with Snapshots               Add to Technorati Favorites